sb1-DSC_2215

Auto-golo de Coates dá vitória ao Barça, este Sporting merecia mais

O Sporting perdeu por 0-1 com o FC Barcelona, mercê de um auto-golo. A exibição foi muito melhor que o resultado. Foi um leão sem medo aquele que se exibiu perante quase 50 mil pessoas num jogo em que o público proporcionou grande espectáculo e atmosfera, fazendo coro a alguns bons momentos de brilhantismo dos verde e brancos.

O Barça esteve melhor na primeira parte. Talvez não tenha sido mesmo o Barcelona mortífero de outras ocasiões, ou terá sido o Sporting que não o permitiu. Contudo, foi possível a todos testemunhar o motor de equipa que é este Barcelona de Valverde, a versão mais aproximada da equipa de Guardiola, só correspondida mesmo nos melhores tempos de Luiz Henrique. O Sporting foi bastante agressivo a marcar. Teve momentos de bastante esclarecimento nas trocas a meio-campo. Teve mais dificuldade com Messi e Comp. na primeira metade, mas também foi na primeira metade em que melhor se exibiu no jogo.

Grandes exibições de Mathieu, que soube antecipar e adivinhar os lances de Messi ou Suárez, entre outros, Battaglia esteve muito bem, tal como William, Bruno Fernandes esteve intratável. Pena Gelson ter tido uma noite desinspirada, assim como Bas Dost (que falhou um golo quase certo, ele que entrou por Doumbia, que parece mais talhado para estes jogos). Rui Patrício foi um esteio na defesa leonina, evitando males maiores para os comandados de Jorge Jesus, que soube armar muito bem a equipa tacticamente, não tendo a ponta de sorte tão necessária, assim como os pequenos pormenores tão necessários nestes confrontos.

A arbitragem foi um desastre. Mais uma vez subserviente face ao poderio das equipas mais fortes da Europa, com uma dualidade de critérios gritante – veja-se o critério nos amarelos com a estatística de faltas no jogo, já para não falar nas faltas não marcadas, no que o Sporting pode-se queixar numa grande penalidade não marcada sobre Bruno Fernandes.

O FC Barcelona é agora o primeiro no grupo. Em segundo está o Sporting e a Juventus, que venceu em Turim o Olympiacos por 2-0, golos de Gonzalo Higuain.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *