Sofrimento até ao prolongamento, Sporting está nos oitavos de final da Liga Europa

Apanhando a deixa de um dos assuntos de momento do nosso malfadado futebol, quem viu ontem o Sporting a exibir-se como se exibiu na Republica Checa certamente pode ter pensado num jogo da mala ao contrário, tal a displicência nos golos sofridos e as inacreditáveis falhas clamorosas nos golos a marcar, do panalti falhado de Bas Dost até ao falhanço de Ruiz a lembrar um campeonato perdido, para acabar no falhanço de Acuña que possivelmente constará nas imagens do ano na vertente de comédia. Palavra me permito utilizar porque o Sporting passou. Passou, depois de ter passado agruras, incapaz de fazer frente ao mau estado do relvado e ao futebol directo dos checos. Valeu o prolongamento e o golo de Battaglia, jogador de alma, esforço e sacrifício, que não teve culpa nenhuma de ter um treinador que o pensa a defesa direito. O Sporting segue assim para os quartos de final da Liga Europa.

Marek Bakos fez os dois golos do Viktoria Plzen, tendo a cabeça de Battaglia deixado o Sporting nos oitavos, em boa hora, não apenas do futebol português como da saúde cardíaca dos sportinguistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *