aboubakar

Porto vence a jogar com dez. Aboubakar e Helton decisivos, Quaresma determinante

O FC Porto venceu o Arouca por 1-0 em jogo que acabou por ser muito mais difícil do que se faria adivinhar.

Tudo começou com a expulsão de Fabiano aos 12 minutos, que deixou os dragões quase um jogo inteiro em inferioridade numérica – Lopetegui optou fazer sair Ricardo, jogando apenas com três defesas, depois, na segunda parte recuaria Herrera para defesa direito, opção que faria os portistas perder o meio-campo, dando margem ao Arouca para fazer os estragos que fez… -, dragões que ainda assim marcariam aos 31 minutos por intermédio de de  Aboubakar  – que lá vai facturando e atenuando a falta que faz à equipa o grande jogador que é Jackson Martinez. Os portistas, no entanto, sofreriam quanto baste, sobretudo na segunda parte, tendo Helton sido decisivo e crucial, defendendo muito, com algumas defesas de grau máximo de dificuldade, só mesmo ao alcance dos grandes guarda-redes.

As estatísticas, de resto, não enganam: 14 remates do Arouca contra 8 do FC Porto. E no futebol, contra-factos, defendem-se ou marcam-se golos. O FC Porto marcou  – certo que também controlou – e o Arouca não. Helton é jogador do FC Porto, e foi dos melhores em campo. De referir a grande exibição de Ricardo Quaresma, ele que parece de volta aos seus melhores tempos.

A vitória portista, de resto, não merece qualquer contestação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *