FC Porto vence Estoril e assume liderança isolada

Um jogo envolto em muita polémica, devido aos casos de covid 19 que deflagraram no plantel da equipa da linha, que fez com que pairasse a dúvida sobre o adiamento do jogo.
Perante isto, o Estoril, apresentou-se desfalcado, o que parecia facilitar a tarefa dos portistas, o que não se veio a verificar, pois o Estoril, foi um osso duro de roer.
Ao intervalo a equipa da linha foi para a cabine a ganhar por duas bolas a zero, com golos de Arthur e André Franco, este último através de uma grande penalidade.
Na segunda parte, os jogadores portistas entraram com outra atitude, tentando dar a volta ao resultado e o ponta de lança iraniano Taremi, reduziu logo aos 49 minutos, para 2-1.
A partir daí só deu Porto no encontro, com os jogadores a carregarem de forma ostensiva em busca do empate, ou algo mais, mas aí surgiu uma das figuras da partida, o guarda-redes do Estoril, Thiago mostrava-se intransponível, defendendo tudo o que lhe aparecia pela frente, até que surgiu o craque dos dragões, sempre ele, Luis Díaz, que mais uma vez surgiu e empatou a partida, aos 84 minutos, mas os portistas queriam mais e continuaram a carregar.
Do banco de suplentes, Sérgio Conceição dava o mote e apostava tudo para conseguir a tão desejada vitória, colocando em campo Fábio Vieira, Toni Martínez, Pêpe e Francisco Conceição.
E foi o filho de Sérgio Conceição que conseguiu marcar o golo da vitória, após um grande trabalho de Luis Díaz, finalizou com violência e deu a vitória ao seu pai, ou melhor ao FC Porto.
Esta vitória, sofrida, vale a liderança isolada do campeonato nacional da 1ª liga portuguesa.

09.01.2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *