Sporting é Campeão de Inverno

O Sporting venceu a Taça da Liga pela segunda vez consecutiva ao bater o FC Porto através dos pontapés da marca da grande penalidade. Com um Sporting a ter de mudar a defesa por impossibilidade de Mathieu, fazendo entrar André Pinto, e com Bast Dost a titular, o FC Porto utilizou a mesma linha do jogo anterior contra o Benfica. Foi um jogo de partes distintas com uma primeira parte equilibrada em que o Sporting controlou o FC Porto sabendo criar a espaços um ligeiro ascendente – e vice-versa. O segundo tempo, esse só deu FC Porto, com o Sporting encostado às costas e a poder queixar-se da má sorte, com André Pinto a partir o nariz e fazendo entrar Petrovic para o seu lugar, o que não apenas seria uma adaptação como estaria indirectamente ligado ao mesmo problema, com o sérvio a lesionar-se na mesma zona e a sacrificar-se todo o seu tempo de jogo com o nariz partido. Mas nem por isso os azuis e brancos aproveitaram para criar perigo na baliza adversária, surgindo o golo dos dragões apenas após falha de Renan Ribeiro, convertido por Fernando. Faltariam praticamente dez minutos e o resultado parecia feito, pensavam muitos, o que era mais que natural perante um Sporting débil e apático. Nada mais errado, o Sporting despertou, fez entrar Diaby para um 4-4-2 a pressionar a defesa adversária com Nani e Bruno Fernandes a fazerem uso da técnica, saber, experiência e visão de jogo para fazerem valer a qualidade do passe numa altura em que o Sporting precisou de fazer mais jogo directo. Até que no primeiro minuto de desconto uma entrada temerária e a destempo de Oliver Torres deu direito a penalti que BAs Dost converteu. O jogo estava entregue à lotaria dos penaltis, sendo que lotaria é uma palavra por demais exagerada. É preciso muita frieza, eficácia e concentração. Aí Renan Ribeiro foi mais uma vez decisivo. Os leões estão de parabéns, ganhando uma adicional fortíssima dose de confiança, poucos meses depois do ataque a Alcochete, a página mais negra da história deste clube centenário. E Frederico Varandas consegue o seu primeiro troféu apenas quatro meses depois de tomar posse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *